fbpx

O carrinho está vazio.

Porque comemos Bolas de Berlim na praia?

bolas-berlim-praia-atelier-doce-alfeizerao-doces-conventuais

«Olhà bolinha. Com creme e sem creme…», são as palavras que mais se ouvem e repetem por estes dias de Verão nas praias portuguesas. 

Com diferentes opções, desde as simples às com recheio de ovo, chocolate, kinder bueno, limão, ou tantos outros, o que é certo é que comer uma Bola de Berlim na praia já é uma tradição que não dispensamos. Mas porque razão gostamos tanto deste lanche?

.

Com creme ou sem creme, para que um dia de praia acabe da melhor forma, não há nada que saiba melhor do que comer uma boa bola de Berlim!
É também nesta altura que as bolas de Berlim se tornam um “assunto” nas conversas entre amigos e as estrelas das redes sociais. Seja a quantidade de calorias que tem uma bola, quais são as melhores de cada praia, ou qual é a mais “instagramável”, a verdade é que há vários tópicos que podem ser discutidos em relação a este tema. Mas afinal, porque é que gostamos tanto de comer bolas de Berlim na praia e não outro doce como um pastel de nata, por exemplo?

caixa-bolas-berlim-praia-atelier-doce-alfeizerao-doces-conventuais

Não existe uma explicação científica para esta pergunta, mas há vários fatores que contribuíram para o início desta tradição:

É um dos bolos mais consumidos em Portugal

Apesar da receita das Bolas de Berlim ser original da Alemanha, é em Portugal que tem mais fãs. Estima-se que em média sejam vendidas mais de 250 mil Bolas de Berlim por dia, fazendo deste doce o terceiro mais consumido pelos portugueses, ficando apenas atrás do pastel de nata e do croissant.

 

Contraste entre o doce e o salgado

Após uma ida ao mar o nosso corpo fica com uma pequena camada de sal e ficamos com um travo salgado na boca, o que torna o sabor de um bolo doce ainda melhor. É este contraste de sabores que nos desperta o apetite pela bola de Berlim.

Formato redondo e Textura da massa

O formato redondo e a textura da massa das Bolas de Berlim também são importantes, pois tornam este bolo fácil de agarrar só com uma mão e fazem com que seja (quase) possível comê-lo sem nos sujarmos.
Dentro de um saquinho de papel ou numa caixinha de cartão, ou até embrulhadas num guardanapo, as bolas tornam-se simples de comer pela sua massa mais fofa, que por ser frita não é tão seca.
Na praia, os alimentos secos provocam sede e, por isso, são evitados por muitas pessoas.

tabuleiro-bola-berlim-praia-atelier-do-doce-alfeizerao-pastelaria-doces-conventuais

Distribuição no Areal

Ainda a manhã vai a meio e já os vendedores de Bola de Berlim têm vários quilómetros percorridos pelo extenso areal, carregados de deliciosas Bolas de Berlim, com creme ou sem creme, numa espécie de viagem no tempo para os mais velhos e um ritual guloso para os mais pequenos. 

E quem resiste a uma Bola de Berlim, sentado na toalha, depois de um bom mergulho no mar? É apanhar a jeito o vendedor mais próximo, e a única dificuldade está em decidir qual o novo sabor que vai experimentar.

E o melhor de tudo? Se costuma passar férias na praia de São Martinho do Porto vai certamente ouvir a frase “Bola de Berlim, É do Atelier do Doce!” e poderá aproveitar para comer uma das nossas Bolas de Berlim simples, com creme de ovo ou com creme de chocolate junto à baía!

venda-ambulante-bola-berlim-praia-atelier-do-doce-alfeizerao-pastelaria-doces-conventuais

Por outro lado, se é assíduo na praia da Nazaré, pode encontrar por lá uma maior variedade das nossas Bolas de Berlim no quiosque do Atelier do Doce, localizado no areal, junto ao restaurante São Miguel. 

Para além das opções tradicionais de Bolas de Berlim Simples, com recheio de ovo e com recheio de chocolate, poderá provar as bolas com recheio de limão, doce de leite, maçã e canela, laranja, kinder bueno, ferrero rocher, frutos vermelhos, morango, e ainda as Bolas de alfarroba simples ou com creme de ovo.

quiosque-nazare-bola-berlim-praia-atelier-do-doce-alfeizerao-pastelaria-doces-conventuais

Verão é sinónimo de sol, sol é sinónimo de praia, e praia é sinónimo de Bolas de Berlim! E pelas praias do concelho de Alcobaça e da Nazaré, as do Atelier do Doce serão a sua melhor companhia!